Histoplasmose pulmonar em gatos

O agente etiológico Histoplasma capsulatum é um fungo dimorfico que pode sobreviver a amplas temperaturas ambientais.

O ciclo de vida do H. capsulatum apresenta o estágio de micélio de vida livre resistente ao ambiente no solo a 25°C e produz os macroconideos e microconideos que constituem a fonte de infecção através da inalação dos mesmos.

No corpo, a 37°C são convertidos em fase de levedura nos pulmões e se reproduzem por brotamento atingindo a árvore bronquica. A infecção pode se tornar também disseminada por todo o corpo.

A forma infectante do fungo é abrigada em fezes de aves ou morcegos. Acredita-se que nas grandes cidades, em apartamentos , os microconideos liberados por esses hospedeiros intermediários permanecem por exemplo.em aparelhos de ares condicionados.

Por isso gatos de apartamentos têm sido tão acometidos com esta doença. E é importante observar que o gato não passa para o ser humano a doença, mas ele é um animal sentinela que nos diz que aquele ambiente em que vivemos com o nosso gatinho está contaminado com os microconideos, podendo nós também inalar e adquirir a doença.

Responsável técnica: Dra Lara Carrasco – CETRA GATOS

Esse é o felino Athos, que ficou internado conosco por pneumonia por histoplasmose.  O animal quando chegou apresentava -se muito dispneico com 124 movimentos respiratórios por minuto. O gato permaneceu no oxigênio, iniciou a terapia com antibióticos e antifúngicos.
Nossa equipe de suporte está aqui para responder às suas perguntas.
WeCreativez WhatsApp Support
Contato
Cetra Vet
Acessível